História: ESPECIAL ENEM

Publicado por Caroline Dähne em

Quando os alunos me perguntam quais os temas que mais são cobrados no ENEM, querendo uma simples listinha eu já percebo um problema. Certamente, não dá para pensar em temas isolados nessa prova, ainda mais quando falamos em História.

Em primeiro lugar, a disciplina faz parte do caderno de questões das Ciências Humanas e suas tecnologias, como comentei nos textos anteriores: 

https://nastramasdeclio.com.br/enem/especial-enem-a-prova/
   https://nastramasdeclio.com.br/enem/especial-enem-a-nota/ 
https://nastramasdeclio.com.br/enem/dicas-prova-enem/

E as perguntas da prova do ENEM não se contentam em verificar se você sabe o conteúdo. Além disso, elas vão te levar a refletir de uma forma mais ampla, buscando articular o teu conhecimento com eixos temáticos.

Interdisciplinaridade

Acima de tudo, a questão da interdisciplinaridade é tão presente nas questões das ciências humanas, que algumas vezes é praticamente impossível coloca-las numa caixinha e dizer: essa aqui é de História ou essa aqui é de Sociologia.

Em outras palavras, isso se dá principalmente pelo fato das ciências humanas terem como base a mesma Matriz de Referência das Competências e Habilidades.

Então, mesmo que uma questão seja de um tema específico de uma dessas quatro disciplinas, as relações estabelecidas entre os eixos as aproximam.

Atualidades

Isso serve não apenas para o caso de História, mas para praticamente todas as disciplinas, principalmente as de humanas. Ou seja, a prova vai sempre buscar relacionar os conteúdos com o cenário mundial atual, para entender se o candidato consegue aplicar o seu conhecimento visando resolver situações-problema.

Por outro lado, especificamente em História, é preciso que você consiga estabelecer relações entre presente e passado. Então, demonstrando que você percebe os vínculos entre o que acontece hoje e os acontecimentos transcorridos em outros tempos históricos, entendendo suas rupturas e permanências.

Post do Instagram dicas História Enem

Estrutura da questão:

A organização da questão segue os mesmos padrões em todas as ciências, ou seja, elemento de análise + referência + enunciado + alternativas.

Em primeiro lugar, no caso de História, é necessário um cuidado especial na leitura dos enunciados. Como a quantidade de textos que serão analisados é muito grande, o tempo também é um fator crucial para tomar cuidado na prova de humanas.

Consequentemente, para conseguir aliar esses dois elementos, uma dica importante é realizar primeiro a leitura do enunciado e só depois partir para a análise do texto ou imagem base. Ou seja, uma boa interpretação do enunciado é essencial para identificar o que você deve responder na questão.

Assim, sabendo o que você precisa responder, a leitura e interpretação do elemento de análise pode ser direcionada para economizar tempo e melhorar as chances de acerto.

Eixos temáticos:

Em primeiro lugar, é importante lembrar que raramente uma questão do ENEM vai tratar apenas de um tema, como geralmente acontece nos vestibulares tradicionais.

Então, mais importante do que saber uma data ou um nome decorado, é a tua capacidade de articular informações. Para isso, o ENEM sempre relaciona os conteúdos de História com alguns eixos temáticos importantes para as ciências humanas. Por exemplo:

Política:

Nesse ano, aconteceram as eleições para cargos do executivo e legislativo do nosso país, o que tende a influenciar alguns temas que podem ser cobrados. Mas, geralmente não é nada muito “escancarado”, conteúdos como o exercício da cidadania, o direito de voto e a busca pela liberdade de imprensa e expressão podem aparecer com mais frequência nessa prova.

Direitos Humanos:

Certamente, as recentes manifestações de intolerância nas redes sociais podem influenciar no aparecimento de questões que tratem sobre o princípio da igualdade e o combate às práticas discriminatórias.

Conquistas dos Movimentos Sociais:

Os temas de história que tratam sobre revoluções ou governos, na maioria das vezes, são relacionados com a aquisição de direitos através das lutas dos movimentos sociais.

Consequentemente, as possibilidades para esse ano estão em torno do direito ao voto, principalmente no que se refere ao voto feminino, e nos direitos e movimentos trabalhistas.

Cultura afro-brasileira:

Após a aprovação da lei 10.639/03 que torna obrigatório o ensino de história da África nas escolas brasileiras, o tema passou também a ser cobrado nas provas do ENEM e de vestibulares no país. Nesse caso, é costumeiro sempre relacionar a história do continente com a do Brasil, além, de reconhecer os elementos africanos na formação da identidade brasileira.

Portanto, a intolerância com religiões de matrizes africanas e as discriminações raciais podem ser temas cobrados na prova desse ano.

Patrimônio histórico-cultural:

Esse eixo busca relacionar os conteúdos históricos com a importância da preservação da nossa História, assim como, com as manifestações da cultura brasileira em diversos campos.

Direitos das Mulheres:

A importância da inserção da participação feminina nos movimentos históricos é sempre ressaltada em algumas questões do ENEM. Portanto, isso torna necessário a articulação entre os conteúdos e a luta pela aquisição dos direitos das mulheres na sociedade.

Temas mais cobrados:

Idade Moderna:

  •  Iluminismo;
  •  Revolução Industrial;

Idade Contemporânea:

  • Capitalismo;
  • Liberalismo;
  • Revolução Francesa;
  • Segunda Guerra Mundial;
  • Guerra Fria;

História do Brasil:

  • Brasil Colônia:
  • Escravidão;
  • Brasil Império:
  • Constituição;
  • Abolição da escravidão;
  • Brasil República:
  • Proclamação da República;
  • República Velha;
  • Era Vargas;
  • Ditadura Militar;

História da África:

  • Relações com a história brasileira;
  • Identidade cultural afro-brasileira;

Dicas:

  • Em primeiro lugar, ler primeiro a pergunta para direcionar a leitura do texto ou imagem base;
  • Posteriormente, ler as referências para ter uma noção de contexto a partir de nomes ou datas;
  • Da mesma forma, estar atento as notícias da atualidade;
  • Além disso, pesquisar eventos e temas que estejam completando “aniversário” como, por exemplo, nesse ano a Constituição Brasileira de 1988;

Referência:

Edital nº 16, de 20 de março de 2018. Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM 2018. Disponível em: https://enem.inep.gov.br/

Categorias: ENEM

Caroline Dähne

Mestre em História, Cultura e Identidades e graduada em Licenciatura em História pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). Desenvolve pesquisas relacionadas a Segunda Guerra Mundial, Discursos jornalísticos, Patriotismo e Nacionalismo, Imprensa brasileira e Propagandas de guerra. Atualmente atua como professora de História na rede particular de ensino na cidade de Curitiba-PR.

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *