2020: Temas de História para Vestibular e Enem

Publicado por Caroline Dähne em

Em 2020, com o atual cenário de Pandemia afetando várias áreas, a educação também está passando por reformulações. Mas, até agora o Ministério da Educação e várias Universidades, tanto públicas quanto particulares, estão mantendo sua programação de realização do ENEM e de vestibulares.

Já comentamos aqui no Nas Tramas de Clio, sobre os problemas em manter esse calendário quando todos os estudantes brasileiros foram afetados pela suspensão das aulas presenciais. Sendo obviamente, os alunos pobres os mais prejudicados. 

Embora essa situação seja lamentável e contribua com a perpetuação da desigualdade no acesso a uma universidade pública, não vamos entrar nessa discussão nesse texto. 

O nosso objetivo com ele, é contribuir justamente com aqueles alunos e professores que estão buscando alternativas para se preparar nesse momento diante de todas essas dificuldades. Então, assim como já fizemos no ano passado, preparamos um texto com dicas de temas que têm maior probabilidade de serem cobrados em provas desse estilo nesse ano.

Assim, se você vai fazer ENEM e vestibular em 2020, ou é professor e está em dúvida de quais temas focar com seus alunos na preparação para essas provas, preste atenção nas nossas dicas.

Post do instagram com o título da publicação: 2020 Temas de História.

Temas 2020

Naturalmente, cada vez que é realizado um exame de vestibular ou Enem, previamente é divulgado um edital que contém os temas que serão abordados na prova.

Nesse sentido, esses tópicos dão uma ideia do plano geral de estudos que o aluno pode realizar. Porém, nele não são especificadas algumas características que variam de ano em ano, de acordo com o aniversário da temática.

Nesse caso, essa especificidade não é exclusividade da área de história. Já que, praticamente em todas as disciplinas é possível elaborar questões que acompanhem o período presente.

Efemérides de 2020

Essa ligação dos conteúdos com a cronologia é chamada de Efemérides, que também pode ser definida como a comemoração de alguma data importante.

Desse modo, em História, é comum acontecimentos que completam aniversários terminados em 0 serem cobrados nas provas. Por exemplo: 10 anos de determinado fato, 30 anos, 50 anos, 100 anos, 500 anos, etc…

Sendo assim, no ano de 2020, isso provavelmente não será diferente. A probabilidade de que determinados temas apareçam com mais destaque é grande.

Nesse sentido, trazemos abaixo uma lista de temas que tem grandes chances de ser cobrados em avaliações do gênero neste ano.

1990: 30 anos em 2020

O ano de 1990 foi marcado por uma série de acontecimentos que podem ser cobrados nas provas deste ano, dentre eles estão:

Libertação de Mandela: 30 anos em 2020

Em 11 de fevereiro de 1990, o líder sul-africano Nelson Mandela foi libertado após cumprir 27 anos de prisão pelo crime de sabotagens contra o Estado. O cárcere foi resultado da sua luta contra o regime de segregação racial do Apartheid, oficializado desde 1948 na África do Sul.

Sua libertação, foi seguida naquela década pelo fim do regime segregacionista, pela sua premiação em 1993 com o Nobel da Paz e com a sua eleição em 1994 como presidente do país.

Nelson Mandela com o braço erguido, com a frase escrita: Libertação de Mandela.

E em 2020?

Assim, no ano de 2020, completam-se 30 anos desde a sua libertação. E, consequentemente, pode ser um tema base para as questões de história nas provas de vestibulares pelo país. As discussões nessas questões, podem ser relacionados às temáticas de luta contra o racismo, o próprio regime do Apartheid, e a luta pelos Direitos Humanos.

Plano Collor: 30 anos

Em março de 1990, foi lançado no Brasil um plano econômico que buscava controlar a inflação após uma série de tentativas fracassadas realizadas durante o governo de José Sarney. O plano ficou conhecido com esse nome, devido a sua implantação durante a presidência de Fernando Collor de Melo. 

Dentre as medidas do plano, houve mudança de moeda, privatização de estatais, demissão de funcionários públicos, congelamento de preços e salários, entre outros.

A mais polêmica e lembrada até hoje, foi a retenção das poupanças nos bancos. Nela, quem tinha valores acima de 50 mil cruzados novos (moeda da época) ficaram impedidos de sacar o dinheiro por um período de 18 meses.

A medida conhecida como confisco, resultou em uma série de processos e acordos que ainda hoje não foram inteiramente ressarcidos de acordo com a perda inflacionária do período.

Imagem com o presidente Fernando Collor ao fundo e em destaque a frase: Plano Collor. Medida econômica que completa 30 anos em 2020.

E em 2020?

É evidente que, nos últimos anos, uma das principais características da prova do ENEM é privilegiar temas sobre a história do Brasil. Nesse caso, esse tema tem grandes probabilidades de ser cobrado nas provas de 2020. As discussões nessas questões, podem ser relacionados às temáticas do neoliberalismo, a crise econômica, aos escândalos de corrupção e ao processo do Impeachment.

Homossexualidade não é doença: 30 anos

No dia 17 de maio de 1990, a Organização Mundial de Saúde retirou a homossexualidade da Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde (CID). Passando então a ser considerada como uma opção sexual e não uma doença.

Anteriormente, em 1970, ela havia sido incluída no catálogo, com o nome de Homossexualismo. Palavra que hoje não é mais utilizada, já que o “ismo” normalmente é referente a uma patologia. E, naquele momento, era associado à ideia de que se tratava de um distúrbio mental. A decisão da retirada foi importante, principalmente para a suspensão de práticas que alegavam a “cura gay”. 

Atualmente, a data, 17 de maio, é lembrada como o Dia Internacional contra a Homofobia”. E serve como um dia de conscientização e enfrentamento à violência. 

Punho cerrado com munhequeira nas cores do arco íris. Com a frase em destaque: homossexualidade não é doença.

E em 2020:

Tendo em vista a prova do Enem de 2019, dificilmente essa questão será abordada na prova deste ano. A temática tende a aparecer em provas de vestibular pelo país, relacionada com os Direitos Humanos, a intolerância e violência, e os Movimentos LGBT.

Criação do Estatuto da Criança e do Adolescente: 30 anos

O Estatuto da Criança e do Adolescente, mais conhecido como ECA, foi criado em 13 de julho de 1990 pela Lei 8.069 do Governo Federal. Ele consiste em um conjunto de normas que visa a proteção e assistência dos indivíduos de até 12 anos (crianças) e de 12 até os 18 anos (adolescentes).

A legislação aborda diversos temas considerados direitos fundamentais, como educação, saúde, proteção, tutela, proibição do trabalho infantil, entre outros. Na época da sua implantação, nos anos 1990, chegou a ser reconhecida como referência e inspiração para outros países, principalmente da América Latina.

Ao longo desses 30 anos a lei foi aprimorada e se constitui como a base para as políticas públicas voltadas a essa faixa etária. 

Imagem de várias crianças sorrindo ao fundo, e em destaque a frase: Criação do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que completa 30 anos em 2020.

E em 2020?

O ECA já foi tema de questões tanto de Enem quanto de vestibulares em anos anteriores. A marca de 30 anos desde a criação do estatuto pode ser um fator que contribua na sua aparição nas provas deste ano. Logo, há chances de ser cobrado relacionado com as temáticas de trabalho infantil, deveres do Estado, políticas públicas e Direitos das Crianças e Adolescentes.

30 anos da Guerra do Golfo

O início da inimizade e de confrontos militares entre os EUA e o Iraque, ao contrário do que muitas pessoas pensam, não foi nos anos 2000 com o combate ao Terrorismo. 

No ano de 1990 o confronto conhecido como Guerra do Golfo se originou a partir da invasão do Kuwait por tropas iraquianas. A motivação inicial, foi uma disputa pela exploração de poços de petróleo na região de fronteira. O governo iraquiano então acusou o país vizinho de roubar o seu petróleo e exigiu indenização. 

Com a negativa do Kuwait diante da exigência e a consequente invasão do território em agosto de 1990, houve uma reação internacional. A qual, resultou na criação de uma coalizão de 39 países liderados pelos EUA. Que preocupados com a interrupção do fornecimento do petróleo que vinha da região, intervieram no conflito.

A guerra foi marcada por ataques aéreos e só foi finalizada em fevereiro de 1991, quando o Iraque anunciou que iria obedecer às determinações da ONU e se retiraria do território. O processo de retirada resultou em um grande desastre ambiental. Quando os iraquianos incendiaram centenas de poços de petróleo, cujo óleo foi parar no Golfo Pérsico resultando em danos no ecossistema da região.

Outro marco em relação ao conflito, foi a sua transmissão ao vivo pela televisão, sendo a primeira guerra na História a ser televisionada.

Imagem de um carro de combate blindado usado na Guerra do Golfo que em 2020 completa 30 anos.

E em 2020?

Certamente questões que tem a temática relacionada com guerras são queridinhas dos vestibulares. Com a Guerra do Golfo não é diferente, ela já apareceu no Enem e em diversos vestibulares brasileiros. Portanto, os 30 anos desde o seu início podem ser lembrados em alguma questão. Nesse sentido, relações com disputas internacionais, geopolítica, danos ambientais, relação com a ONU e a transmissão feita pela mídia, podem ser temas cobrados.

Reunificação da Alemanha: 30 anos

Em 3 de outubro do ano 1990, a Alemanha voltou a existir como um só país, após a unificação dos dois territórios que haviam sido separados após o final da Segunda Guerra Mundial (Alemanha Ocidental e Alemanha Oriental).

As negociações para a unificação só foram possíveis, após a Queda do Muro de Berlim em 1989, que marcou as manifestações populares pelo fim da divisão e pelo enfraquecimento da União Soviética. 

No mês de junho de 1990, líderes dos dois territórios se reuniram para realizar as negociações, o que resultou na união monetária e culminou em outubro com a unificação efetivamente.

Imagem de bandeiras da Alemanha levantadas por uma multidão no dia da Reunificação do país quem 2020 completa 30 anos.

E em 2020?

Em anos anteriores, quando cobrado em vestibulares, esse tema geralmente foi relacionado com a Queda do Muro de Berlim, os resultados da Segunda Guerra Mundial, e a ideologia socialista. 

Dicas:

Se você é aluno, lembre de incluir na sua rotina de estudos essas temáticas, assista vídeo aulas, leia resumos, elabore mapas mentais, enfim, utilize a técnica com a qual você melhor se adapta. 

Por outro lado, se você é professor, comente com os seus alunos a possibilidade dessas temáticas serem cobradas, e inclua discussões sobre elas nas suas aulas com o Ensino Médio.

Vestibulares e Enem 2020

Como dito anteriormente, não temos como ter certeza de quais serão os temas cobrados em provas de vestibulares e Enem, ainda mais nesse ano em que a educação está completamente diferente devido à Pandemia.

Nos últimos anos, o uso de efemérides nessas provas foi muito comum, como por exemplo em 2018 foram cobradas várias questões sobre a Revolução Russa e em 2019 sobre a Crise de 1929.

No texto de hoje, fizemos um apanhado com temáticas que em 2020 estão completando 30 anos. Fique ligado que em breve divulgaremos outras publicações com temas que tem grandes chances de serem cobradas nesse ano e que também estão completando aniversário terminados em 0.


Caroline Dähne

Mestre em História, Cultura e Identidades e graduada em Licenciatura em História pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). Desenvolve pesquisas relacionadas a Segunda Guerra Mundial, Discursos jornalísticos, Patriotismo e Nacionalismo, Imprensa brasileira e Propagandas de guerra. Atualmente atua como professora de História na rede particular de ensino na cidade de Curitiba-PR.

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *