Tempo histórico: Como explicar para o 6º ano?

Publicado por Jessica Leme em

Como explicar o tempo? Certamente, a grande questão que inicia o estudo de História para os alunos do sexto ano do ensino fundamental.

Ao iniciar o ano letivo, praticamente todas as escolas usam os primeiros dias de aula para uma adaptação dos alunos ao ambiente e as pessoas. Então, criam atividades mais lúdicas.

Dando andamento ao trabalho, propõe se atividades diagnósticas. É importante que o professor tenha uma base do que seus alunos já sabem em relação ao conteúdo do ano anterior e aquilo que ficou deficitário.

Quando se fala de sexto ano, a mudança é um pouco maior dado ao início de um novo ciclo e maior aprofundamento nas disciplinas.

Pensando o tempo:

Desse modo, devemos lembrar que alunos pequenos precisam aprender a pensar historicamente, como já disse em outro plano de aula aqui no blog:

Assim, é interessante que o professor use objetos, imagens e tudo que for possível para aproximar o aluno da construção da história.

Tempo: materiais para sensibilizar

desenho de um relógio, com a frase: objetos que contam o tempo.

Relógio , dê preferência aos de ponteiros, muitos alunos ainda não sabem identificar as horas e a passagem do tempo nele.

Contagem do tempo: imagem de um calendário, com a frase: todos os calendários são iguais?

Calendários, hoje com a internet podemos levar vários calendários que circulam pelo mundo. Os livros geralmente ilustram os calendários agrícolas, mas é possível trazer os religiosos e os astrológicos como curiosidade, mostrando como é contado o tempo.

O primeiro calendário:

Certamente, no início da organização humana em sociedade, os homens e mulheres não paravam muito para contar dias e muito menos horas. Nesse sentido, suas vidas eram regidas pela natureza, o sol e as estações do ano eram os responsáveis por definirem as tarefas.

Então, questione a seus alunos se eles já se imaginaram num mundo onde não existissem dias definidos por números ou seu dia fracionado por horas!

O primeiro calendário conhecido é chamado Calendário Lunar. Surgido na região Mesopotâmica, como o nome sugere levava em consideração as fases da Lua para a contagem do tempo.

Continha 12 meses com 29 ou 30 dias, no total o ano teria em torno de 354 dias.

Essa informação é muito bacana para ser discutida com os alunos, levando questões sobre a capacidade da sociedade daquele período em construir um calendário tão próximo ao usado na atualidade.

Ainda na Antiguidade, surge também inspirado na realidade da natureza o Calendário Solar, este foi criado pelo povo egípcio. Então, para contar o tempo levava em consideração as inundações, o inverno e o verão.

Assim, era dividido em 12 meses com 30 dias, porém, no final do ano eram somados mais 5 dias para completar o ciclo, visto que para eles não existia o ano bissexto.

O ano de 2020 é bissexto, aproveite a deixa e questione seus alunos sobre essa peculiaridade, se sabem o que significa e porque ele existe.

Calendário Judaico

imagem de um calendário judaico.

Nesse site https://www.calendarr.com/brasil/calendario-judaico/ encontra-se a explicação sobre a origem do Calendário Judaico, os meses, dias da semana.

Debata com os alunos o porque da religião judaica seguir um calendário diferente do convencional que eles já conhecem.

Calendário Chinês

imagem de um calendário chinês.

O Calendário Chinês geralmente é mais conhecido porque é mais divulgado na mídia levando em consideração a grande festa que os chineses realizam todos os anos.

Nesse site você pode encontrar várias informações sobre a criação do calendário https://escolaeducacao.com.br/calendario-chines/.

Os chineses relacionam o ano de seu calendário com animais, segundo a crença chinesa quando uma pessoa nasce em determinado ano , como por exemplo, ano do Rato (2020), ela trará em sua personalidade características desse animal.

Existem apostilas, artigos, vídeos na internet falando sobre os animais que representam os anos na China.

É possível descobrir o animal chinês dos alunos com muita facilidade, visto que a grande maioria da sala geralmente tem a mesma idade.

Calendário Gregoriano

imagem de um calendário gregoriano.

O nosso calendário do dia a dia, o mais usado no mundo todo foi criado no século VI por um monge cristão chamado Dionísio. O monge decidiu que o ano 1 seria datado a partir do nascimento de Jesus Cristo.

O Papa Gregório XIII, oficializou o calendário por volta do ano de 1582.

Tempo: Atividade Proposta

Sempre penso nos meus colegas da realidade da escola pública, então minha proposta como atividade para essa temática leva em consideração duas condições.

Primeira Proposta: Esse material pode ser projetado a seus alunos, onde pode ser realizada uma leitura coletiva, tanto do texto quanto das imagens dos calendários aqui propostos.

Após a leitura em grupo, onde o professor deve instigar seus alunos com questionamentos, proponha que cada um crie seu próprio calendário.

Usando uma simples folha sulfite, defina os meses do ano com as crianças, peça que a cada mês eles estabeleçam uma data que considerem importante (aniversário, festa religiosa, etc).

As crianças podem incrementar suas datas discutindo em grupo que momentos do ano eles julgam importante para serem destacados em seus calendários pessoais.

Segunda Proposta: Se lhe for possível leve os alunos no laboratório de informática e siga os passos do vídeo tutorial abaixo, para criar um calendário personalizado no word.

Também é uma boa ideia que você instigue seus alunos a usarem aplicativos que formulam calendários personalizados, para que eles possam fazer comparativos aos antigos calendários.

Quer ideias para o primeiro dia de aula com o sexto ano? Temos também!

Acesse nosso canal no Youtube e se inscreva que vem aí muita dica boa para lidar com nossos alunos!

Primeira aula do ano

Quer mais material ainda? Acesse nossos planos de aula.

Até a próxima!


Jessica Leme

Professora Mestre em História Cultural e Graduada em História Licenciatura na Universidade Estadual de Ponta Grossa. Pesquisa História e Fotografia; Nova História Política; Atualmente leciona na Rede Pública do Estado de São Paulo.

2 comentários

cleonice.souza15@escola.pr.gov.br · 01/02/2020 às 14:52

Gostei das atividades propostas, vou fazer com meus alunos, é um momento rico, pois, analisar e refletir os conceitos e apropriações do tempo é muito pertinente.

    Jessica Leme · 01/02/2020 às 18:28

    Que bom! Durante o decorrer dos dias vamos postar mais ideias para o ensino fundamental e médio, continue nos acompanhando!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *