Primeira Guerra Mundial – Resumo

Publicado por Jessica Leme em

O século XX foi marcado pelos maiores conflitos que o mundo já viu, partindo da chamada Grande Guerra, nome dado a Primeira Guerra Mundial, anteriormente.

Para entendermos esse conflito, precisamos olhar o contexto em que o mundo vivia, bem como, é muito importante refletir sobre as mudanças da sociedade a partir das grandes mudanças que uma guerra dessa proporção trouxe.

Nesse sentido, hoje, pretendo nesse artigo destacar o desenrolar do conflito e suas consequências que vão além da destruição de vidas.

Primeira Guerra Mundial

Contexto Pré-Guerra

Neocolonialismo

No fim do século XIX, o continente africano voltou a ser invadido e saqueado pela comunidade européia. Certamente, havia o interesse em matérias -primas, mão de obra barata e demais recursos naturais que o continente africano e asiático tinham a oferecer.

Não podemos esquecer que a Europa vivia o processo de industrialização. a Inglaterra havia tomado a frente, mas em um curto tempo França e a recém criada Alemanha já se encaminhavam para se tornarem nações industrializadas, dependentes também de matérias primas e mão de obra.

Assim, os líderes europeus resolveram por si, sem a presença de nenhum líder africano, dividir o continente entre si em regiões de exploração.

Certamente, a invasão ao continente não foi feita sem resistência por parte dos africanos e asiáticos, os quais mesmo diante de muita luta acabaram por sucumbir aos exploradores.

No entanto, mesmo com o neocolonialismo acontecendo, algumas nações não se deram por satisfeitas, como a Alemanha, que queria mais terras no continente africano. Dessa maneira o país começou a incomodar.

Unificação da Alemanha e Itália

Os dois países haviam recentemente se unificado e estavam em busca de aumentar seu território bem como incutir o sentimento nacionalista em sua população.

Assim, nesse momento iniciou se o chamado II Reich, com a figura de Otto Von Bismarck, no governo alemão.

Dessa maneira, as ações políticas principalmente da Alemanha que decidiu invadir e anexar o território chamado de Alscácia Lorena, pertencente à França, ao seu território causou um grande mal estar político na Europa.

Nesse sentido, o interesse da Alemanha na região estava ligado ao seu grande acúmulo de minerais utilizados no processo industrial.

Povos Eslavos versus Império Austro-Húngaro

Os povos eslavos a muito estavam descontentes com o Imperador Austro -Húngaro, buscavam independência da futura Iuguslávia.

No dia 28 de junho de 1914, o príncipe Franz Ferdinand, teve seu carro alvejado. Como se diz, o tiro não matou apenas o príncipe, mas sim 8 milhões ( número de mortos na Primeira Guerra).

Como resultado, com esse atentado, a paz que havia na Europa foi por água abaixo, iniciava se a Guerra.

As frentes da Primeira Guerra Mundial

Tríplice Aliança: Alemanha – Império Austro-Húngaro – Itália

Tríplice Entente – Inglaterra – França – Rússia

Cartaz de propaganda utilizado na Primeira Guerra Mundial pela Tríplice Entente.
Cartaz Russo sobre a Tríplice Entente

Desdobramentos da Primeira Guerra Mundial

  • guerra de movimento :

Nesse momento entre os anos de 1914-1915, tivemos a chamada guerra de movimento, onde os soldados se encaminharam para as fronteiras dos países em guerra para organizarem os fronts;

  • trincheiras:

Certamente, na primeira grande guerra, as trincheiras foram os espaços de maior permanência dos soldados.

Em suma, elas eram valas cavadas nos fronts, onde os soldados permaneciam por vários meses lutando em diversas batalhas. Assim, esses lugares eram extremamente insalubres, com água, ratos, sujeira, corpos em apodrecimento, falta de energia e de alimentos tambem era comum.

Dentro desses espaços era difícil manter a saúde física e mental, visto que ao sair da trincheira o soldado se tornava facilmente um alvo. Geralmente elas tinham profundidade de até 3 metros, eram calçadas com sacos de terra, arames farpados e palanques.

  • Bombardeios aéreos:
Aviões https://g1.globo.com/mundo/noticia/2018/11/11/tanques-avioes-e-rajadas-de-balas-terminada-ha-cem-anos-primeira-guerra-trouxe-avanco-inedito-de-maquinas-de-destruicao.ghtml

Na Primeira Guerra, começamos a ver a figura dos aviões sendo usados como arma de guerra. Além deles temos também a figura dos dirigíveis que eram usavam para auxilio no mapeamento dos combates terrestres.

  • Novidade nos armamentos na Primeira Guerra Mundial

Durante a Primeira Guerra, muitos armamentos novos criados com o desenvolvimento da indústrias e da ciência passaram a ser usados tais como,

Lança Chamas – Como o nome já diz, lançava chamas sobre o inimigo.

Metralhadoras – diferente das armas mais antigas, não havia necessidade de reabastecimento de pólvora. E tinha poder de fogo muito maior.

Gases venenosos – O gás laranja, foi muito usado na Primeira Guerra, lançado criava uma nuvem tóxica.

Tanques de Guerra: Os tanques funcionavam muito bem nos fronts, levando em consideração o terreno lamacento, levando em consideração as esteiras que foram colocadas no lugar dos pneus.

Submarinos: Muito usado no quesito espionagem e ataques surpresa.

Desenrolar da Primeira Guerra Mundial

No ano de 1917, a Guerra começa a se encaminhar para o fim, partindo de dois pontos principais:

Rússia sai da guerra

A Rússia decidi sair da Guerra, levando em consideração sua situação interna.

O país passava pela chamada Revolução Russa que derrubou os Czares e instalou uma Guerra Civil no país.

Estados Unidos entra na Guerra

Os Estados Unidos já estavam agindo na Guerra financiando a tríplice Entente, com dinheiro, produtos industrializados e comida.

Como a Guerra passou a durar tempo demais, o medo americano de um calote vindo da Europa cresceu, dessa maneira decidiram entrar com soldados na Guerra buscando decidi-la.

Deu certo! Nesse meio tempo, a Inglaterra fez uma proposta de doar terras à Itália que diante da proposta saiu do lado da Tríplice Aliança e se juntou a Tríplice Entende.

Com mais essa perda, a Tríplice Aliança perde força e o fim da Guerra é uma questão de tempo.

Tratado de Versalhes

O acordo firmado no ano de 1919 com os países participantes da Primeira Guerra estabeleceu normas extremamente restritivas à perdedora Alemanha como:

  • Proibição de organizar seu Exército
  • Perda de território
  • Reconstruir os países afetados
  • Idenizar os países vencedores

Consequências dentro da Alemanha:

  • Sentimento de humilhação entre os alemães
  • Desemprego
  • Quebra da economia
  • Inflação
  • Falta de confiança no governo

Curiosidades

Ficou famoso o episódio da noite de Natal na Primeira Guerra, conhecida como Trégua de Natal.

Nos dias 24 e 25 de dezembro de 1914, soldados alemães realizaram uma trégua nos bombardeios contra franceses e ingleses no front localizado na Bélgica.

Os soldados saíram de suas trincheiras, foram até as trincheiras inimigas para trocarem comida e charutos.

Dica!

Nesse link do Estadão você pode encontrar muitas informações, imagens e curiosidades sobre a Primeira Guerra Mundial, é um verdadeiro Dossiê: https://infograficos.estadao.com.br/especiais/100-anos-primeira-guerra-mundial/

Referências sobre a Primeira Guerra Mundial:

Trégua de Natal na Primeira Guerra, https://mundoeducacao.uol.com.br/historiageral/tregua-natal-na-primeira-guerra.htm

Você sabe que alianças levaram À Europa A 1° Grande Guerra? https://www.terra.com.br/noticias/educacao/historia/europa-voce-sabe-quais-aliancas-culminaram-na-1-grande-guerra,97a1e5409a98326298d0e478fcbe594cfgxaq68i.html

I Guerra Mundial, https://www.terra.com.br/noticias/educacao/historia/i-guerra-mundial,652c969ba09ba979a9e9404d3c87b3243ueiw3x8.html

A violação da Bélgica e a Batalha de Tannenberg – Primeira Guerra Mundial http://www.gluon.com.br/blog/2016/02/03/a-violacao-da-belgica-e-a-batalha-de-tannenberg-primeira-guerra-mundial/

Tanques, aviões e rajadas de balas: terminada a cem anos, Primeira Guerra trouxe avanço inédito de máquinas de destruição https://g1.globo.com/mundo/noticia/2018/11/11/tanques-avioes-e-rajadas-de-balas-terminada-ha-cem-anos-primeira-guerra-trouxe-avanco-inedito-de-maquinas-de-destruicao.ghtml


Jessica Leme

Professora Mestre em História Cultural e Graduada em História Licenciatura na Universidade Estadual de Ponta Grossa. Pesquisa História e Fotografia; Nova História Política; Atualmente leciona na Rede Pública do Estado de São Paulo.

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *