Segunda Guerra Mundial: seleção de filmes

Publicado por Caroline Dähne em

Certamente, se tem uma coisa que eu ouço todos os anos dos meus alunos é: “professora quais filmes sobre a Segunda Guerra Mundial você recomenda pra gente?”.

Naturalmente a maioria dos filmes que nos vêm à cabeça são os que retratam as batalhas . Mas, muito mais do que os conflitos, uma das coisas que mais gosto de estudar em relação às Guerras Mundiais é a maneira que elas afetaram as populações civis e as propagandas feitas no período de guerra.

Nesse sentido, pensando nisso, elaborei uma lista de filmes sobre a Segunda Guerra Mundial que retratam como o cotidiano das populações em diferentes países foram abalados pelo conflito.

Post para o instagram com imagens promocionais de dois filmes retratados no texto, com o título Segunda Guerra Mundial.

Adaptações sobre a Segunda Guerra Mundial

Como não poderia faltar, precisamos alertar para os alunos que estão lendo esse texto que os filmes com temáticas históricas são adaptações e, embora tenham inspiração nos conflitos, eles têm liberdade poética para retratar os assuntos sem compromisso com a realidade. 

Sem falar que podem ter interesses de enaltecer o seu país de produção à partir da construção de uma imagem negativa dos países que eram seus inimigos, mesmo que já se tenham passado décadas desde o conflito.

Filmes sobre Segunda Guerra Mundial em sala de aula

Assim, para os professores que desejarem utilizar os filmes listados, colocamos as informações sobre a classificação indicativa junto com um breve resumo dos seus enredos.

Dessa forma, também temos dicas sobre como utilizar filmes na aula de história na publicação abaixo:

Onde encontrar os filmes sobre a Segunda Guerra Mundial listados?

Não vamos colocar os links para os filmes devido à lei dos direitos autorais, mas procuramos alguns dos títulos no Youtube e vários deles estão disponíveis para compra do arquivo à partir de R$ 2,90.

Também colocamos informações sobre os filmes que estão disponíveis no catálogo da Netflix, mas como ele muda constantemente é importante verificar com antecedência já que apontamos os que estão na plataforma de streaming atualmente. 

10 filmes sobre o cotidiano da Segunda Guerra Mundial

Sua Melhor História

Ano de Lançamento: 2017

Classificação indicativa: 14 anos

País de produção: Reino Unido

Direção: Lone Scherfig

Duração: 1h 58 min

Baseado no livro “Their finest hour and a half” da escritora Lissa Evans, o filme Sua Melhor História retrata a produção de filmes durante a Segunda Guerra Mundial com o objetivo de fazer propaganda positiva para a Grã-Bretanha.

Assim, na trama, a dona de casa Catrin Cole, consegue um emprego no Ministério da Informação de Londres em 1940, e passa a contribuir na criação de roteiro de um  filme que buscava atrair os estadunidenses para participarem da Guerra.

Agnus Dei

Ano de Lançamento: 2016

Classificação indicativa: 14 anos

País de produção: França

Direção: Anne Fontaine

Duração: 1h 55 min

Disponível na Netflix

Originalmente chamado de Os Inocentes, o filme francês Agnus Dei, do latim “cordeiro de Deus”, retrata o trabalho de uma médica francesa Mathilde Beaulieu que foi chamada para atender uma freira doente em um convento na Polônia em 1945.

Nesse sentido, quando chega para o atendimento, a médica descobre que diversas freiras estavam grávidas após violências sexuais cometidas durante a invasão de soldados soviéticos a um Convento da Ordem de São Bento na Segunda Guerra Mundial.

Baseado em fatos reais, embora o filme tenha classificação indicativa de 14 anos é preciso esclarecer que a trama trata de um tema complicado, estupros cometidos por soldados em freiras. 

A Dama Dourada

Ano de Lançamento: 2015

Classificação indicativa: 12 anos

País de produção: Reino Unido

Direção: Simon Curtis

Duração: 1h 50 min

O filme, baseado em uma história real, retrata a trajetória da austríaca Maria Altmann na tentativa de recuperar as obras de arte que pertenciam a sua família, mas que foram saqueadas pelos Nazistas durante a ocupação de seu país natal durante a Segunda Guerra Mundial.

Ganhadora de um Oscar,a trama demonstra a batalha jurídica enfrentada por Maria na busca por reaver principalmente a pintura que retratava sua tia Adele Bouch-Bauer pelo pintor Gustav Klimt em 1907.

Apesar de retratar essa disputa judicial, o filme que não se refere a nenhuma batalha, demonstra que muitas obras de arte roubadas pelos nazistas de famílias judias nunca mais retornaram às mãos dos verdadeiros donos.

A Menina que Roubava Livros

Ano de Lançamento: 2014

Classificação indicativa: 10 anos

País de produção: EUA

Direção: Brian Percival

Duração: 2h 11 min

O filme, baseado no livro homônimo do escritor Markus Zusak, já é marcante quando sua narradora é a própria Morte. A trama gira em torno da menina Liesel Meminger, uma órfã que mesmo analfabeta era apaixonada por livros. Adotada por um casal alemão, a menina passa a viver na pequena cidade de Moiching, onde ocasionalmente se torna uma ladra de livros.

Nesse sentido, a história que não é real, foi inspirada na forma como os livros e as pessoas eram tratadas durante o regime nazista na Segunda Guerra Mundial.

O Jogo da Imitação 

Ano de Lançamento: 2014

Classificação indicativa: 12 anos

País de produção: EUA

Direção: Morten Tyldum

Duração: 1h 55 min

Vencedor de um Oscar, o filme O Jogo da Imitação retrata a história de Alan Turing, um matemático britânico que durante a Segunda Guerra Mundial criou um decodificador utilizado para decifrar o código alemão chamado de Enigma.

Assim, considerado o pai da computação, o cientista foi fundamental para a criação da máquina que é considerada a precursora do computador. O filme retrata também , como no pós-guerra Alan foi perseguido por ser homossexual.

Dessa forma, baseado na história real do matemático, o filme é uma adaptação sobre o papel dos cientistas para a vitória na Segunda Guerra Mundial.

A chave de Sarah

Ano de Lançamento: 2011

Classificação indicativa: 14 anos

País de produção: França

Direção: Gilles Paquet-Brenner

Duração: 1h 51 min

O filme francês A Chave de Sarah, retrata a corrida contra o tempo da menina que tenta fugir de um Campo de Concentração e voltar para a casa onde escondeu seu irmão mais novo trancado num armário para que ele não fosse levado pelos Nazistas. 

Então, toda essa situação é descoberta na atualidade, quando uma jornalista norte-americana resolve desvendar a história sobre o apartamento da família do marido francês.

Embora não retrate uma história real, o contexto do filme é inspirado na ocupação nazista na França durante a Segunda Guerra Mundial.

O menino do pijama listrado

Ano de Lançamento: 2008

Classificação indicativa: 12 anos

País de produção: EUA

Direção: Mark Herman

Duração: 1h 30 min

Disponível na Netflix

O filme, baseado no livro homônimo do escritor John Boyne, conta a história do menino Bruno, filho de um oficial Nazista que gerencia um Campo de Concentração. O menino, que não fazia ideia do que acontecia no campo , começa a explorar o local e faz amizade com um menino de sua idade chamado Shmuel que utiliza pijamas listrados e está sempre do outro lado da cerca.

Assim, ao contrário de alguns outros filmes colocados aqui, esse não é baseado em uma história real, sendo totalmente uma obra ficcional inspirada na Segunda Guerra Mundial.

Nesse sentido, a obra sofreu vários apontamentos de críticos de cinema pela maneira inocente que retrata temas tão sérios como o Nazismo e o Holocausto. Porém, seu final se certifica de nos lembra os horrores cometidos nos Campos de Concentração.

O Pianista

Ano de Lançamento: 2002

Classificação indicativa: 14 anos

País de produção: EUA

Direção: Roman Polanski

Duração: 2h 28 min

Vencedor de 3 Oscars, o filme O Pianista, retrata a história do pianista judeu e polonês Władysław Szpilman, que teve sua família presa e levada a um Campo de Concentração em Treblinka, onde foram mortos em 1942, durante a Segunda Guerra Mundial. 

Dessa forma, o pianista, foi o único que conseguiu fugir e viveu escondido entre escombros e prédios abandonados no Gueto de Varsóvia. A obra foi inspirada em um livro de memórias escritas pelo próprio Wladyslaw. 

A Vida é Bela

Ano de Lançamento: 1997

Classificação indicativa: L- Livre para todos os públicos

País de produção: Itália

Direção: Roberto Benigni

Duração: 1h 57 min

Certamente um clássico da sessão da tarde, o filme A Vida é Bela, conta a história do judeu Guido Orefice que mesmo enviado para um Campo de Concentração em Berlim, procurava manter a normalidade para seu filho Giosuè. 

Dessa forma, para isso, o pai faz com que o filho acredite que tudo não passava de um jogo. O filme recebeu críticas pela linguagem de comédia dramática para retratar os horrores cometidos pelos Nazistas durante a Segunda Guerra Mundial. 

Mas, é justamente a leveza utilizada para contar a história que transformou esse filme num clássico e rendeu a sua premiação com 3 Oscars. 

Nesse sentido, a obra foi inspirada parcialmente pelo livro “Derrotei Hitler” de Rubino Romeo Salmoni e na própria experiência do pai do diretor e ator Benigni em um Campo de Concentração.

A Lista de Schindler

Ano de Lançamento: 1993

Classificação indicativa: 14 anos

País de produção: EUA

Direção: Steven Spielberg

Duração: 3h 15 min

Certamente, o longa metragem com mais de 3 horas de duração é um clássico quando o assunto é Segunda Guerra Mundial. O filme, vencedor de sete Oscars, retrata a história do empresário alemão Oskar Schindler, que ajudou a salvar mais de mil judeus do Holocausto, utilizando sua fábrica para empregá-los.

Nesse sentido, baseado no livro homônimo, o filme foi inspirado na história real do empresário, que inclusive era membro do Partido Nazista e, que após visitar um Campo de Concentração passou a empregar judeus com o pretexto de que eles eram fundamentais para a produção industrial.

Embora muito premiado, o filme recebeu diversas críticas por sua narrativa que retrata Oskar como um herói, quando se tratava de um homem ambíguo que transitou entre acordos com nazistas, exploração da mão de obra judaica e a salvação desses trabalhadores da morte no Holocausto.   

Férias + filmes sobre Segunda Guerra Mundial

Nesse sentido, se você estava procurando o que fazer nas férias escolares, agora tem uma lista de 10 filmes sobre o cotidiano na Segunda Guerra Mundial para assistir 😉


Caroline Dähne

Mestre em História, Cultura e Identidades e graduada em Licenciatura em História pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). Desenvolve pesquisas relacionadas a Segunda Guerra Mundial, Discursos jornalísticos, Patriotismo e Nacionalismo, Imprensa brasileira e Propagandas de guerra. Atualmente atua como professora de História na rede particular de ensino na cidade de Curitiba-PR.

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *