Dia do Índio: Plano de aula

Publicado por Jessica Leme em

O Dia do Índio hoje se tornou símbolo de luta pela causa indígena em nosso país.

Dessa maneira, é necessário que o tema seja trazido à sala de aula com enfoque nas discussões atuais.

Por exemplo, debates que envolvem demarcações de terras indígenas, políticas educacionais e de saúde, novas abordagens históricas sobre a história indígena, entre outros.

Portanto, a proposta de hoje é variada para que o professor decida o que lhe cabe melhor em seu dia a dia.

A seguir, elenco materiais e ideias sobre como trabalhar a temática de maneira voltada ao ensino médio.

Primeiro Passo

Primeiramente, escolha a temática a ser abordada com a turma, sugestões:

Imagens: Índio

Post do Instagram sobre a representação dos indígenas nas obras do pintor Debret.

A representação imagética dos indígenas no Brasil colonial, por Debret

Se optar por falar sobre a representação do índio no Brasil Colônia, o mais importante é ambientar o momento em que essas obras foram feitas por Jean Baptiste Debret .

Após esse momento de apresentação das imagens, divida a sala em pequenos grupos e sugira a pesquisa sobre as imagens e atualidade das tribos representadas pelo artista.

Posteriormente, promova um debate a partir dos resultados pesquisados e das imagens analisadas. Assim, buscando acima de tudo desconstruir preconceitos e esteriótipos acerca da cultura indígena.

Leitura

Sugiro que inicialmente o professor deixe os alunos livres, por exemplo, para que falem o que sabem e entendem sobre as nações indígenas do Brasil. Em seguida, o ideal é que façam leituras contemporâneas sobre o tema.

Posteriormente, às leituras solicite que os alunos expressem as novas visões ou estranhamentos.

Onu declara, 2019 será o ano internacional das Línguas Indigenas

Post do Instagram com a frase Índio não é fantasia.

#Índionãoéfantasia: quem é a indígena que iniciou debate sobre o uso de fantasias

Bolsonaro retira da FUNAI a demarcação de terras indígenas

Povos indígenas brasileiros lideram protestos internacionais do “janeiro vermelho”

Brasil ainda tem populações indígenas que vivem totalmente isoladas

Atualidade: Índio

Post do Instagram sobre os povos indígenas durante a Ditadura Militar no Brasil.

Na última semana tivemos uma enorme discussão no país sobre a proposta presidencial de que o Golpe de 1964 fosse comemorado com honrarias.

Por outro lado, dentro desse contexto, entidades ligadas a proteção dos Direitos Humanos, bem como organizações de cientistas políticos e historiadores se muniram de documentos que comprovaram o golpe bem como a Ditadura Militar que se seguiu.

Nesse sentido, trago diante desse contexto a proposta de discussão do chamado Relatório Figueiredo.

Documento reencontrado durante a Comissão Nacional da Verdade. Nele, encontram se dados da violência empreendida contra as nações indígenas no período da Ditadura.

O relatório é longo, o que dificultaria seu trabalho na íntegra. Porém, é interessante que o professor mostre o documento original em sala para despertar o interesse nos alunos, por exemplo.

Assim, após uma introdução do tema, localizando o mesmo dentro do período histórico de sua produção, é interessante que os alunos passem a fazer leituras sobre o assunto.

Para isso, listo abaixo uma série de textos:

Grupo de trabalho da Câmara pede publicação do documento que relata extermínio de índios na ditadura

Crimes contra índios na ditadura é alerta para retrocesso na política indígena, dizem especialistas

Relatório que denuncia violência contra indígenas no período militar será analisado na Comissão da Verdade

Relatório Figueiredo: Crimes continuam 50 anos depois. Entrevista especial com Elena Guimarães.

Após as leituras que deverão ser feitas em pequenos grupos, inicie o debate sobre a situação dos povos indígenas durante a Ditadura Militar.

Por exemplo, peça aos alunos que destaquem trechos do texto ou informações que lhes tenham chamado mais atenção, bem como deverão realizar uma síntese daquilo que leram.

Vídeos

Com certeza, uma maneira mais dinâmica para chamar a atenção dos alunos são os vídeos.

Trago a proposta aqui de mostrar aos alunos a atualidade dos povos indígenas e seu papel de sujeito ativo dentro da sociedade brasileira.

O que é ser indígena no século XXI

Povos indígenas do Brasil

As maiores dúvidas e mentiras que contam sobre os povos indígenas

O ritual de passagem Xavante

Resposta ao preconceito cultural contra os indígenas

Por fim, encerre a aula questionando seus alunos de que maneira esses vídeos os impactaram e modificaram o olhar que tinham sobre o indígena.

Espero ter colaborado!

Igualmente, em breve traremos um post com propostas para a discussão indígena voltada ao ensino fundamental. Até mais!


Jessica Leme

Professora Mestre em História Cultural e Graduada em História Licenciatura na Universidade Estadual de Ponta Grossa. Pesquisa História e Fotografia; Nova História Política; Atualmente leciona na Rede Pública do Estado de São Paulo.

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *